Informação sobre glaucoma, causas, sintomas e tratamento do glaucoma, identificando o diagnóstico de glaucoma primário, secundário, de ãngulo aberto e fechado, com dicas que permitam a cada pessoa identificar este problema em fase prematura.


quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Conheça os sintomas de Glaucoma

Inicialmente, glaucoma de ângulo aberto não tem sintomas. Ele não causa dor. A visão permanece normal. O glaucoma pode desenvolver-se em um ou ambos os olhos.
Sem tratamento, as pessoas com glaucoma vão perder lentamente sua visão periférica (lateral). Se o glaucoma não for tratado, o campo de visão fica cada vez mais estreito, e a visão central vai obscurecendo e por fim motiva a cegueira do olho afetado. Pessoas com glaucoma parecem estar olhando através de um túnel. Ao longo do tempo, a visão central pode diminuir até que nenhuma visão permanece.

Nem todas as pessoas que apresentam aumento da pressão ocular irão desenvolver glaucoma. Algumas pessoas podem tolerar níveis mais elevados de pressão ocular quando comparadas com outras pessoas. Além disso, um certo nível de pressão ocular pode ser elevado para uma pessoa, mas normal para outra.
O desenvolvimento de glaucoma depende do nível de pressão que o nervo óptico pode tolerar sem ser danificado. Este nível é diferente para cada pessoa. É por isso que um exame de fundo e abrangente do olho é muito importante. Este exame pode ajudar o seu oftalmologista a determinar se o nível de pressão do olho é normal no seu caso em particular.

O glaucoma pode desenvolver-se sem aumento da pressão ocular. Esta forma de glaucoma é chamada glaucoma de baixa tensão ou de tensão normal, sendo um tipo de glaucoma de ângulo aberto.

Qualquer pessoa pode desenvolver glaucoma. Algumas pessoas estão em maior risco de adquirir glaucoma, como:
- Afro-americanos com mais de 40 anos de idade.
- Todas as pessoas com mais de 60 anos.
- Pessoas com história familiar de glaucoma.
Um exame de fundo detalhado do olho, pode revelar mais fatores de risco, como pressão alta do olho, a magreza da córnea, e anatomia anormal do nervo óptico. Em algumas pessoas com certas combinações destes fatores de alto risco, utilizam medicamentos sob a forma de gotas para os olhos, que permite a redução em cerca de 50%, do risco de desenvolver glaucoma.

Índice dos artigos relativos ao Glaucoma

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL