Informação sobre glaucoma, causas, sintomas e tratamento do glaucoma, identificando o diagnóstico de glaucoma primário, secundário, de ãngulo aberto e fechado, com dicas que permitam a cada pessoa identificar este problema em fase prematura.


quinta-feira, 26 de junho de 2014

Respostas relativas a glaucoma

O GLAUCOMA É CONTAGIOSO?
Não. O glaucoma surge em decorrência de alterações no interior do globo ocular que nada têm a ver com infecções bacterianas, virais ou por qualquer outro microrganismo.

O GLAUCOMA ATINGE PESSOAS DE QUE SEXO E IDADE?
O glaucoma não apresenta prevalência maior ou menor em homens ou mulheres. Com relação à idade, a frequência aumenta progressivamente após os quarenta anos. Daí a importância de consultar um oftalmologista especialmente após esta idade ou até antes, quando houver casos de glaucoma na família.

O SUCESSO DO TRATAMENTO DO GLAUCOMA DEPENDE DO PACIENTE?
Sim. As medicações nunca devem ser interrompidas ou alteradas sem o consentimento do oftalmologista. Exames oftalmológicos frequentes são fundamentais para monitorar o glaucoma, detectando precocemente qualquer alteração.

GLAUCOMA TEM CURA?
O glaucoma é uma doença crônica que não tem cura. As lesões que provoca no nervo óptico são irreversíveis. Mas, na grande maioria dos casos, o glaucoma pode ser controlado com tratamento adequado e contínuo. Quanto mais rápido for o diagnóstico, maiores serão as chances de evitar a perda da visão.

ESTRESSE E NERVOSISMO PODEM PROVOCAR O GLAUCOMA?
Não. Estes fatores não causam nem aumentam o risco de desenvolvimento do glaucoma.

Índice dos artigos relativos ao Glaucoma

ACOMPANHE OS ARTIGOS DO BLOG NO SEU EMAIL